Páginas

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Duas vias terão sentido único, as duas estão no bairro Bela Vista e Jardim das Araras em Itaituba Pará

Com a proposta de fazer o reordenamento do trânsito, em Itaituba, sudoeste do Pará, a partir desta quarta-feira (13), as Avenidas Fernando Guilhon e Transamazônica, 4º e 5ª rua, respectivamente, terão sentido de mão única. 

De acordo com a Coordenadoria Municipal de Trânsito de Itaituba (Comtri), as alterações devem reduzir o número de acidentes nas vias e dar mais fluidez ao tráfego de veículos.

Segundo Oriceia Miranda (Comtri), até esta quinta-feira (14), a sinalização das vias estará totalmente concluída. Além disso, nos próximos 30 dias, agentes estarão nas vias para orientar os condutores sobre as mudanças, além de ter informativos nos meios de comunicação.

Com as alterações, o tráfego de veículos na Avenida Fernando Guilhon, (4ª Rua), segue do Jardim das Araras para a Rodovia Transamazônica. Já a Avenida Transamazônica (5ª rua), seguirá o sentido da Rodovia Transamazônica para o Jardim das Araras, com estacionamento de ambos os lados.

O COMTRI ressalta que, após os 30 dias de orientação, os agentes começarão a aplicar multa para quem desobedecer a normatização do trânsito.


Com informações (OnNews)

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Prefeitura de Santarém vai preencher mais de 500 vagas em seleção; inscrições começam hoje

Desde segunda-feira (11), estão abertas as inscrições para o processo seletivo simplificado da Prefeitura de Santarém, município no oeste do Pará, que vai preencher 556 vagas e formar cadastro reserva para contratações de acordo com a necessidade da administração. As oportunidades são para cargos de nível fundamental incompleto e a remuneração será de R$ 1.100, por regime de trabalho de 40 horas por semana. As inscrições vão até o dia 18 de outubro, por meio do site pss2021semag.santarem.pa.gov.br.
Veja mais vagas de emprego no Pará
Os cargos com vagas abertas são de agente operacional de limpeza pública (177), motorista de veículos leves (35), motorista veículos pesados (21), operador de máquinas leves (motosserra, roçadeira, moto poda) (3), operador de máquinas pesadas (1), operador de caldeira (2), apontador (4), mecânico de máquinas pesadas (2), eletricista de máquinas pesadas (1), eletricista (6), pedreiro (34), carpinteiro (2), pintor (2), agente operacional de conservação (94), coveiro (2), agente operacional de serviços (43), garçom (1), vigia (113) e marinheiro fluvial de convés (1).

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Prefeitura de Itaituba recupera ponte no rio Itapacurá na comunidade Santa Rita

A localização da ponte do Rio Itapacurá é de aproximadamente dezesseis (16) quilômetros da cidade e com certeza é um verdadeiro cartão postal. A Comunidade de Santa Rita é abençoada com a paisagem deslumbrante que se forma com as águas que correm debaixo da da ponte do Rio Itapacurá. Com essa referência, as visitações são constantes. Muita gente se desloca da cidade para os banhos no Rio Itapacurá, que forma cachoeiras devido ao grande volume de água, além da presença de belas pedras grandes, localizadas por todo o percurso do rio. Sempre com um grande volume de água de inverno a verão, a manutenção do logradouro merece sempre uma maior atenção, devido a estrutura de madeira fincada na água, mas que é corroída com o passar dos tempos. O poder público tem esse cuidado para evitar qualquer transtorno aos motoristas e visitantes.


Há uma semana os trabalhos de construção de uma nova estrutura da ponte está sendo construída pela prefeitura através da Secretaria de Infraestrutura-SEMINFRA. Os trabalhos estão sendo finalizados e assim, o local na Comunidade Santa Rita, ganha uma ponte novinha, levando mais segurança e confiança aos seus usuários.

Fonte: TV Online


Prefeitura de Santarém realiza recuperação do ramal que dá acesso as comunidades Bacabal, Vila Gorete e Vila Brasil na região do Lago Grande

 Os serviços de recuperação de ramais na zona rural seguem em ritmo acelerado. Uma frente da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap), opera na estrada que dá acesso as comunidades: Bacabal, Vila Gorete e Vila Brasil na região do Lago Grande. 


Equipes trabalham na vicinal. 

Além de garantir segurança e conforto para o tráfego dos moradores, a recuperação da vicinal vai garantir o desenvolvimento econômico do município através do escoamento de produtos da agricultura familiar. 

 

Em cumprimento a agenda de trabalho o secretário de Agricultura e Pesca Bruno Costa, esteve na sexta-feira (8) no local para inspecionar os serviços. 

“São obras que chegam a todas as regiões do município que historicamente se ressentiam de não receber esse tipo de política pública. Estamos seguindo a determinação do nosso prefeito Nélio Aguiar que nos pediu para intensificar os trabalhos neste verão. Esse é o compromisso da atual gestão: melhorar a mobilidade e garantir o escoamento da produção, gerando emprego e renda para a população que mora no interior” disse Costa. 

 

Além desta frente de trabalho na região do Lago Grande, a Prefeitura atua com outra equipe na Região do Eixo Forte, Ramal dos Coelhos. Outra frente opera na região da Curua-Úna, ramal da comunidade Santa Rosa.

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Helder envia à Alepa projeto de reajuste salarial de professores.

Após realizar vários estudos visando viabilizar a readequação satisfatória da remuneração do magistério no Pará, o governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa do Estado (Alepa), nesta segunda-feira (04), o Projeto de Lei (PL) que concede reajuste no vencimento-base e mantém as vantagens percebidas, com ajustes na sistemática de cálculo.


A gratificação de titularidade passará a ser paga não mais em percentuais sobre o vencimento-base, mas em valores constantes do Anexo II, de acordo com os cursos de pós-graduação e carga horária do vencimento, ressaltando que os valores serão superiores aos atualmente percebidos.

Governador Helder Barbalho

“Nós estamos encaminhando à Alepa um ousado plano de valorização dos servidores do magistério, que representará o aumento no vencimento de todos os 40 mil servidores professores, fazendo o aumento do vencimento de 40%, numa média geral de remuneração, chegando a 24% para todos os servidores, sem tirar direitos, garantindo com que a valorização possa ser um instrumento para que possamos construir um grande movimento em favor da educação, passando por investimentos em escolas, em um processo pedagógico moderno, mas sabendo que a valorização dos servidores é determinante para que a qualidade da educação em todo o Estado possa ser melhorada”, assegurou o governador Helder Barbalho.

Ainda segundo o chefe do Executivo, “hoje apresentamos a proposta sem que haja qualquer perda de direitos, garantindo uma remuneração que, em média, elevará em 24% para todos os servidores, mas tendo um aumento real de vencimento linear de 40%. Isso significa mais 850 milhões de reais na folha de pagamento do Estado, a partir deste mês de outubro. Portanto, uma demonstração muito clara de que o governo reconhece os trabalhadores do magistério não apenas no discurso, mas acima de tudo com atos. Esse, certamente, é o maior aumento das últimas décadas”.

Gratificação – Em relação à gratificação de magistério, o professor que estiver em regência de classe, atuando na modalidade de atendimento educacional especializado, receberá a gratificação de magistério na Educação Especial, no percentual de 50% do vencimento-base, equivalente ao que hoje já percebem como gratificação de magistério, enquanto os demais professores em regência de classe passarão a receber os valores atuais da gratificação de magistério como Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI).

A proposta assegura importantes ganhos para a categoria. Além do reajuste no vencimento-base, diversas gratificações aumentarão em função do novo vencimento-base, como a gratificação de escolaridade, a gratificação progressiva, a gratificação de magistério na educação especial e a gratificação do Some (Sistema de Organização Modular de Ensino).

“Com o envio do Projeto de Lei, o Estado avança significativamente na valorização dos profissionais da educação, o que representa um importante passo para tornar a remuneração da classe mais atrativa , além de demonstrar o quanto a área da educação é valorizada pela atual gestão, que prioriza as principais áreas e a representatividade do funcionalismo na sociedade”, ressaltou a titular da Seplad, Hana Ghassan.

Compromisso – Em relação às aulas suplementares, o governo reafirma seu compromisso com a continuidade do devido pagamento, sendo calculado com base no valor da hora-aula da classe e do nível em que estiver o professor, ressaltando que terá como base de cálculo o valor do novo vencimento-base.

“Encaminharemos a proposta para as comissões de Finanças, Orçamento, Justiça e Educação. Em seguida, o projeto vai para o plenário e entrará em debate, para aprovação. Estamos convocando as comissões para que aprovem ainda amanhã. Entendemos que, ao chegar esse tipo de vantagem a uma classe tão expressiva como os professores, a função da Assembleia é acelerar o processo”, enfatizou o presidente da Alepa, deputado Francisco Melo (Chicão).


Informações Agência Pará

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Presidente da Câmara e Governador do Estado participam da Inauguração da Agência Banpará

A unidade contará com 21 funcionários e funcionará das 9h às 14h. O autoatendimento, das 7h às 19h.


O Presidente do legislativo, Ronan Liberal (MDB) participou na tarde desta quinta-feira (30) junto ao Governador do Estado, Helder Barbalho e comitiva, da inauguração da nova Agência do Banpará, localizada na Avenida Curuá Una, no bairro Santíssimo.


A unidade contará com 21 funcionários e funcionará das 9h às 14h. O autoatendimento, das 7h às 19h. 

Durante o evento também foram assinados contrato de financiamento para construção das unidades habitacionais para agentes da segurança pública em Santarém, entregue uma lancha 150HP para a polícia civil e assinatura de convênios que atenderão demais municípios da região.


Ronan Liberal destacou que o Governo do Estado tem sido presente no município de Santarém e também ressaltou sua presença durante a reunião na Universidade Federal do oeste do Pará – Ufopa, com prefeitos e vereadores da região para discutir pautas regionais “vamos tratar de pautas referentes a saúde, infraestrutura, estamos com andamento de uma estrada muito importante que é a TransUruará, a questão do Hospital Materno Infantil, que é uma necessidade não só de Santarém, mas de toda a região que precisa da conclusão desse equipamento público que possui recursos do estado”, afirmou o presidente.

Durante a inauguração, o presidente do Banpará, Braselino Assunção afirmou que a população será beneficiada com uma agência moderna, espaçosa e confortável ao nível de importância do município de Santarém, “aqui as pessoas físicas e jurídicas podem fazer seus negócios com exclusividade e tranquilidade. O Banpará conta com todas as linhas de crédito e vantagens competitivas. Assumimos um compromisso com o governador, de expandir as agências para todos os municípios. Já estamos em 121 municípios”, destacou. 

O Governador do Estado enfatizou que em seu governo já foram entregues 32 agências e agradeceu os avanços de ações do Banpará.

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Itaituba: Secretário de educação presta esclarecimento sobre a implantação de uma escola no Maria Madalena

 Na última terça-feira (30), alguns moradores do Bairro Maria Madalena, em Itaituba, no sudoeste do Pará, estiveram reunidos com o Secretário de Educação Amilton Pinho, para cobrar esclarecimentos sobre a implantação de uma escola na comunidade.


De acordo com Francisco Alberto, presidente da associação de moradores, a decisão de reunião com o secretário veio após o surgimento de algumas dúvidas quanto à construção da escola. Uma das interrogativas dizia respeito à propriedade da área da instituição, haja vista que houve relatos de que o local era da iniciativa privada, porém essa afirmação não confere.

Quanto a isso, o presidente destaca que o secretário mostrou documentação que comprove que o local é da Prefeitura de Itaituba. “… A polêmica estava na área da escola, porque sugeriu que tinha aparecido um dono da área onde é para ser construída a escola… Que a área não era da prefeitura, mas, graças a Deus, o secretário mostrou o título definitivo da área […]”.

Outro questionamento foi em respeito à data de início da obra, uma vez que a ideia de implantar a escola surgiu no ano de 2018, após uma criança morrer atropelada por um veículo quando retornava da escola para casa. A respeito disso, Amilton Pinho que o projeto teve que passar por algumas adequações e garantiu que ele está previsto para ser concluído no dia 15 de outubro.

Após isso, será dado início à construção da obra. Segundo Francisco, o serviço ainda será iniciado este ano e o prazo máximo de conclusão é de até 12 meses.

Amilton pontua que o projeto prevê uma escola padrão com todos os recursos necessários para promover a educação.

Fonte: Plantão 24horas News.

Prefeitura realiza manutenção do ramal que dá acesso à Comunidade Pajuçara

 O ramal que dá acesso a Comunidade de Pajuçara na Região do Eixo Forte está recebendo da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) melhorias de infraestrutura. O trabalho irá fomentar o turismo e dinamizar a economia, gerando renda e emprego para centenas de famílias, pois permite a mobilidade e o escoamento da produção da agricultura familiar.

O titular da Semap, Bruno Costa, esteve na manhã desta quarta-feira (29) para conferir o andamento dos trabalhos que fazem parte de um amplo pacote de ações de infraestrutura rural que estão ocorrendo no interior executadas pela atual gestão.

“O serviço é uma determinação do nosso prefeito Nélio Aguiar e atende também uma solicitação dos moradores com o propósito, principalmente, de amenizar a poeira na via, evitando assim possíveis acidentes. Disponibilizamos ainda um carro pipa para o local, tendo em vista que estamos em um período seco”, contou Bruno.

 

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Ufopa terá economia anual de 2 milhões de reais com energia solar

A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) investiu R$ 6.632.821,59 na implantação do seu Sistema de Geração de Energia Fotovoltaica, composto por 3.709 painéis solares distribuídos em 11 usinas fotovoltaicas implantadas em diferentes edificações dos campi Alenquer, Itaituba, Juruti e Santarém. A economia com o empreendimento, inaugurado no dia 24 de setembro de 2021 na Unidade Tapajós em Santarém (PA), deve ser da ordem de R$ 2.084.004,00 ao ano.


A energia fotovoltaica é a energia obtida por meio da conversão direta da luz solar em eletricidade. É considerada um tipo de energia renovável e limpa, que pode ser gerada para autoconsumo em instalações residenciais e prediais. “O sistema da Ufopa tem atualmente 1.4 megawatt pico de potência, energia suficiente para atender aproximadamente a 910 casas populares”, explica o superintendente de Infraestrutura, Vítor Viana. “Hoje estamos inaugurando 11 usinas. A décima segunda será montada tão logo sejam concluídas as intervenções para reforço da estrutura do telhado do bloco H da Unidade Rondon”.


Praia de Ponta de Pedras vai receber Complexo Turístico

Projeto foi alinhado entre a Prefeitura de Santarém e a comunidade de Ponta de Pedras. Mais de 2 milhões serão investidos.

Santarém é conhecida nacional e internacionalmente por suas belezas naturais que a consagram como um potencial destino turístico. Suas praias de água doce atraem turistas do mundo todo, à exemplo da Praia Ponta de Pedras que, em breve, vai ganhar um complexo turístico e fornecer maior infraestrutura e valorização do turismo local. A iniciativa do projeto é da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra).

Na última quinta-feira (23), foi aberto processo licitatório para a escolha da empresa terceirizada que vai atuar na obra. As construtoras interessadas podem acessar o edital no portal da Prefeitura de Santarém, Tomada de Preço Nº 004/2021, objeto: Construção do Complexo Turístico de Vila de Ponta de Pedras – 1ª Etapa, através do link: https://transparencia.santarem.pa.gov.br/portal/licitacao-contratos-convenios.

A obra está orçada em R$ 2.663.279,88 (dois milhões, seiscentos e sessenta e três mil, duzentos e setenta e nove reais e oitenta e oito centavos). Na 1ª primeira etapa o projeto deve constar muro de arrimo em gabião (estrutura de contenção muito utilizada no mercado nacional, composto por pedras empilhadas em gaiolas de arame galvanizado e revestido de PVC, de baixo impacto ambiental e de ótimo custo benefício); calçadão em concreto estampado; urbanização ao redor das barracas (passarelas); reordenamento das barracas; feira de artesanato e banheiro público.

O projeto foi alinhado em reunião realizada entre técnicos da Prefeitura de Santarém e a comunidade de Ponta de Pedras que aprovou a proposta e se disponibilizou a realizar a padronização das barracas de acordo com o Planejamento da Seminfra.

“Ponta de Pedras é uma praia belíssima e que merece uma infraestrutura de qualidade para receber seus visitantes. Esse complexo será um marco histórico para a comunidade, que há muito tempo precisava de uma estrutura apropriada para alavancar o turismo local. Temos o festival do Charutinho que já é tradição na comunidade e pensando nisso tudo, a gestão do Prefeito Nélio foi em busca de recursos para conseguir colocar em prática este projeto que agora já é uma realidade”, destacou o secretário municipal de infraestrutura, Daniel Simões.

“Santarém tem um enorme potencial turístico que já se destaca no ambiente internacional e precisamos avançar na infraestrutura desse setor. Recentemente entregamos a linda Orla do Maracanã que transformou a urbanização daquela praia e agora vamos investir em Ponta de Pedras. O complexo vai dar impulsionamento econômico para todo o segmento de turismo do local e do entorno”, reforçou o prefeito Nélio Aguiar.

Seguindo todos os trâmites do processo licitatório, a previsão é de que a construção do Complexo Turístico de Ponta de Pedras inicie ainda este ano de 2021.

Por Dayse Lima

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Presidente da Câmara viaja até Brasília para discutir situação da Síndrome de Haff e impactos no setor pesqueiro no município de Santarém

Até o momento, os encaminhamentos foram realizados e ainda se aguarda posicionamento do Ministério da Cidadania - ministério competente que dará prosseguimento a cerca desses apoios à população diante desta situação.


Diante a situação vivida pelo município de Santarém- Pa nos últimos dias, quanto a Síndrome de Haff, popularmente conhecida como ‘Doença da Urina Preta’, o presidente da Câmara, vereador Ronan Liberal (MDB) e vereador Jander Ilson (DEM), viajaram até Brasília - DF para participar de uma reunião na tarde da última terça-feira (21) com o Secretário de Aquicultura e Pesca Jorge Serif.


Durante a reunião, Ronan Liberal (MDB) apresentou pedido em nome do Poder Legislativo de algum tipo de assistência que possa atender a classe de pescadores no município. “Fomos até Brasília, na secretaria de pesca e formalizamos em nome do Poder Legislativo, algum tipo de apoio que possa vir de encontro a essa situação que os nossos pescadores têm passado.”, afirmou.

Durante a Sessão Ordinária realizada na última quarta-feira (22), o parlamentar destacou que existe uma articulação com o Deputado Júnior Ferrari (PSD) junto ao Ministério da Cidadania para que esse auxílio seja concretizado e possa atender não somente a classe de pescadores, mas toda população que soma com a economia e que consome pescado.


“Esperamos que esse apoio aconteça para que possa atender não só a classe de pescadores, mas nós também que somamos com isso, até porque o pescado é referência do município de Santarém, principalmente do ponto de vista gastronômico. Nós temos que garantir e falar para a população que não há proibição de consumo e vendas do pescado. Por trás de toda essa situação existe uma retaguarda, a vigilância está trabalhando e garantindo um pescado de boa qualidade!”, enfatizou Ronan.


Até o momento, os encaminhamentos foram realizados e ainda se aguarda finalização por parte do Deputado Júnior Ferrari (PSD) junto ao Ministério da Cidadania, ministério competente que dará prosseguimento a cerca desses apoios a população diante desta situação.

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Pará adquire um milhão de doses de vacina do Instituto Butantan

Em agenda na capital paulista nesta quarta (22), o governador do Pará, Helder Barbalho, e mais quatro governadores celebraram a primeira aquisição de vacinas do Instituto Butantan por entes subnacionais após o fim do contrato com o Ministério da Saúde. Ao Pará devem chegar, já na próxima semana, dois lotes de Coronavac totalizando um milhão de doses.

Participaram os governadores Camilo Santana (Ceará), Wellington Dias (Piauí), Renato Casagrande (Espírito Santo), sendo recebidos por João Dória (São Paulo). O Mato Grosso também está sendo contemplado.

“A razão que traz governadores de diferentes regiões do país a São Paulo é a mais nobre. É celebrar a vacina Coronavac, produzida pelo Butantan, para salvar vidas e proteger a saúde de suas populações. Serão liberados aos estados um total de 2,5 milhões de doses de vacinas do Butantan para que mais brasileiros do Nordeste, Sudeste, Norte e Centro Oeste possam ser mais rapidamente imunizados”, disse João Doria, governador de São Paulo.

O governador Helder Barbalho destacou que o dia marca mais um passo da união de esforços, em favor da vida, da proteção e da imunização dos brasileiros. “Graças à ciência, à pesquisa e a um conjunto de cidadãos e cidadãs que se doam a esta causa, o mundo descobriu a vacina, que está sendo a única alternativa para que possamos nos proteger e consequentemente virar a página deste momento dramático da vida mundial”, afirmou Helder Barbalho.

Helder salientou o diálogo com a instituição para o avanço do esquema vacinal. “Certamente, nós, ao dialogar com o Instituto Butantan e haver o aceite por parte deles de comercializar direto com os estados o seu imunizante, mostra a vontade em somar esforços para defender a população brasileira. Só no Pará, por exemplo, existe uma defasagem de entrega de vacinas (por parte do governo federal), de 1,4 milhões de doses, por isso, é hora de somarmos esforços". 

“Nós não podemos ficar aguardando. Devemos somar aquilo que vem do Ministério da Saúde com o que o Governo do Estado se dispõe a adquirir para que possamos ter um volume significativo e imunizarmos toda a nossa população”, acrescentou o Helder Barbalho.

Com a previsão de chegada de dois lotes de 500 mil doses cada, já na próxima semana, a vacinação no Pará irá avançar. “Nós faremos a busca por todos os públicos adultos que já foram chamados mas que, por algum motivo, não vacinaram. Além disto, vamos dialogar com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para saber sobre o aceite de utilização como terceira dose para os idosos, assim como aguardar a sinalização, também por parte da Anvisa, se ela poderá ser aplicada em jovens de 17 a 12 anos", explicou o governador do Pará.

A dose de vacina adquirida custará US$ 10,30, mesmo valor comercializado com o Ministério da Saúde. O Instituto Butantan finalizou a entrega das 100 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunização (PNI), com a liberação de um lote de mais de 6,9 milhões de doses da Coronavac, no último dia 15. As vacinas liberadas faziam parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de doses. O primeiro, de 46 milhões, teve a entrega concluída em 12 de maio.


Por Dayane Baía (SECOM)

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Santarém é escolhida para participar do maior levantamento de dados sobre Saúde Bucal no Brasil

Santarém foi escolhida como uma das cidades que vai participar do maior levantamento de Saúde Bucal do Brasil. Trata-se do projeto SB Brasil, que realiza um estudo sobre as condições de saúde da população e que contará com o apoio da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Crianças de 5 e 12 anos serão entrevistadas e terão a saúde bucal examinada. Outros grupos etários de 15 a 19 anos, 35 a 44 anos e 65 a 74 anos também são público da ação. A previsão é de que a coleta dos dados aconteça no mês de novembro e a área de ação das equipes será o Bairro Urumari.

“A realização das atividades do projeto SB Brasil em Santarém é significante para a demonstração das carências no setor da saúde bucal, visando fortalecimento de investimentos para melhorias dos serviços aos usuários do SUS”, destacou o coordenador do setor de Saúde Bucal da Semsa, Jeymenson Coelho.  

O estudo visa identificar doenças mais prevalentes como cárie dentária, doenças periodontais, necessidade de próteses dentárias, condições de oclusão, traumatismo dentário e o impacto dessas doenças na qualidade de vida, entre outros aspectos.

Projeto SB Brasil

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) lidera o levantamento epidemiológico, em articulação com a Coordenação-Geral de Saúde Bucal da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (CGSB/SAPS/MS).

A parceria envolve também o apoio de secretarias estaduais e municipais de saúde, coordenações de saúde bucal, instituições representativas da odontologia, além de institutos de pesquisa em saúde pública.

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Prefeitura de Santarém O que você procura? Ex.: Decreto, Edital... Prevenção à Doença de Haff: Grupo técnico para estudo de rastreabilidade da cadeia do pescado é criado em SantarémAutor: Agência Santarém Categoria: Agricultura e Pesca Prevenção à Doença de Haff: Grupo técnico para estudo de rastreabilidade da cadeia do pescado é criado em Santarém

 Um grupo técnico para estudo de rastreabilidade da cadeia do pescado em Santarém foi criado, na manhã desta quinta-feira (16), em uma reunião no Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (Ciam) pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap). O objetivo é mapear todo o caminho percorrido das espécies desde a captura nos rios até a comercialização em feiras e mercados e em restaurantes. A medida dá prosseguimento às estratégias de prevenção e de controle contra a Doença de Haff, popularmente conhecida como ‘Doença da Urina Preta’. Na ocasião, mais de quinze instituições estiveram presentes em buscas de alternativas para combater a crise que afeta o setor pesqueiro. 

O grupo de pesquisa contará com a presença da Secretaria de Agricultura e Pesca (Semap); Instituto Federal do Pará (IFPA); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa); Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará); Sociedade para a Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente (Sapopema) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). 

De acordo com o engenheiro de pesca da Semap, Sandro Diniz, a rastreabilidade permitirá todo o histórico do pescado, tais como espécie, procedência, manejo, análise físico-química, biológica e microbiológica da água. 

“Sabemos que já existem pesquisas aprofundadas realizadas pelos laboratórios para investigar os possíveis agentes causadores, a partir das amostras coletadas dos alimentos consumidos, bem como de material biológico dos próprios pacientes acometidos pela doença. Nossa ideia é realizar um diagnóstico de toda essa cadeia por meio de rastreabilidade, para que possamos assim garantir a segurança para quem compra ou comercializa o pescado”, informou o engenheiro. 

Além desta medida, as instituições aprovaram outras estratégias, como: 

Divisa, Vigilância Sanitária e Adepará – Estas instituições irão intensificar as fiscalizações nas feiras e mercados com orientações pedagógicas principalmente no aspecto de manipulação e acondicionamento. 

Marinha do Brasil – Realizará a inspeção nas fronteiras em conjunto com a Adepará no controle de não permitir a entrada das três espécies de pescados proibidas, oriundas do Estado do Amazonas. Sendo: Tambaqui, pirapitinga e pacu.

Comissão da Câmara de Vereadores e Centro Regional de Governo – Irão dialogar tratativas para buscar apoio aos pescadores de cunho político no nível federal e estadual.

Problemas econômicos e sociais

O secretário da Semap Bruno Costa, em seu pronunciamento, afirmou que mais de 7 mil pescadores em Santarém foram atingidos diretamente pela crise.

“É um número bastante expressivo, tendo em vista que o município vive basicamente da pesca. Nessas duas semanas já perdemos a comercialização de aproximadamente 400 t de pescado. Isso nos preocupou muito, pois não atingiu somente os pescadores, mas sim toda uma cadeia. Nós defendemos que o consumo do pescado continue a acontecer", relatou Bruno.  

Fiscalização em pontos de venda do pescado

Segundo a Coordenadora da Divisão de Vigilância Sanitária em Santarém, Helen Silvestre, a equipe segue fiscalizando diversos pontos de comercialização de pescado na cidade, a fim de orientar os pescadores  e população. 

“Estamos incansavelmente nos pontos de comercialização do pescado, principalmente no Mercadão 2000, Feira do Pescado, Porto dos Milagres e Feira de Santana com ações educativas. As ações contam com o apoio da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), da Polícia Militar estadual e outras instituições de fiscalização”, contou Helen.

Estiveram presentes no encontro as instituições: A Prefeitura de Santarém por meio das Secretarias de Agricultura e Pesca (Semap), Saúde (Semsa) e Meio Ambiente (Semma); Câmara de Vereadores de Santarém; Centro Regional de Governo; Instituto Federal do Pará (IFPA); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa); Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (ADEPARÁ); Sociedade para a Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente (Sapopema) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater); Ministério Público Estadual do Pará (MPPA); Secretaria de Estado da Saúde do Pará (Sespa); Capitania dos portos de Santarém; Colônia de Pescadores Z-20, Movimento dos Pescadores e Pescadoras do Baixo Amazonas (Mopebam) e demais órgãos do setor pesqueiro.

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Presidente do Legislativo participa da Reinauguração da Sala do Empreendedo

Sala já realizou mais de 120 mil atendimentos em três anos no município de Santarém.

O presidente do Poder Legislativo, vereador Ronan Liberal (MDB) participou na manhã desta quarta-feira (15) da Reinauguração da Sala de Empreendedores, realizada pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e o Sebrae/PA. 


As Salas do Empreendedor são locais de atendimento das Prefeituras Municipais que facilitam os processos de abertura de empresas, regularização e baixa; bem como serviços exclusivos aos Microempreendedores Individuais (MEI).  

Para o presidente da Câmara, Ronan libera, esse serviço é muito importante, uma vez que tem como objetivo ampliar a economia local, “Sabemos da importância do empreendedor para o município e para nossa economia por isso é preciso valorizar, reforçar, trazer emprego e renda para a população, e com isso dar condições de progresso. É muito importante que esses empreendedores estejam devidamente atendendo as regras e tenham segurança jurídica para que possam empreender no município”, destacou.   

O diretor superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno destacou a importância de trazer mais estrutura para o empreendedor, “A reabertura e repaginação deste ambiente é algo importante para melhorar os atendimentos. O papel do Sebrae é cuidar para que os empreendedores de pequenos negócios cada vez mais se fortaleçam, para que a economia se reaqueça, mas principalmente, que o empreendedor tenha um ambiente de negócio favorável”, afirmou. 

Ainda, durante o evento, agradeceu a prefeitura e câmara municipal de Santarém pela parceria ao empreendedor no município.

A secretária de finanças do município, Josilene Pinto, informou que a sala do empreendedor foi inaugurada no dia 19 de setembro de 2018, e desde então os números são crescentes, “mesmo com a pandemia os atendimentos aumentaram. Em 2019, de 44 mil atendimentos aumentamos para mais de 52 mil em 2020, ano de pico de pandemia, e isso foi muito importante, pois colocou Santarém, de acordo com o último levantamento feito pela Secretaria de Planejamento, em 6º lugar no Estado do Pará em geração de emprego e renda, e somos o terceiro dos 144 municípios do estado, em formalização de pequenos negócios, esse é o resultado da sala do empreendedor, que teve em 3 anos de existência, mais de 120 mil atendimentos”, concluiu ela

A Sala de Empreendedores foi desenvolvida para melhorar e simplificar o ambiente de negócios, atuando lado a lado com as administrações municipais, oferecendo apoio para pequenos negócios.

Os serviços oferecidos pela Sala do Empreendedor são:

Informações e orientações do Sebrae sobre:

    • Planejamento de um novo negócio

    • Formalização para MEI

    • Alteração, declaração anual, impressão de boleto e baixa para MEI

    • Gerenciamento de empresa

    • Como vender para órgãos públicos

A sala fica localizada na Av. Crisântemo com a Sérgio Henn, número 829, no bairro Aeroporto Velho.

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Urina preta: Ananindeua anuncia auxílio para feirantes

Em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, o prefeitura anunciou que irá conceder um auxílio emergencial para os feirantes que vendem peixes e crustáceos. O valor será de R$ 2 mil, por dois meses - setembro e outubro.

O prefeito de Ananindeua, Daniel Santos, anunciou o encaminhamento para a Câmara Municipal, de um projeto de lei que permite o pagamento do auxílio. 

"A medida é urgente e busca ser uma alternativa para quem está sendo prejudicado com a queda nas vendas por conta da mudança de comportamento dos consumidores diante da desinformação em torno dos casos de “urina preta” É bom ressaltar que nenhum caso foi notificado em Ananindeua. Mas a desinformação tem tido reflexo negativo neste setor de mercado", ressalta Daniel. 

A orientação da Prefeitura de Ananindeua é que o feirante que comercializa peixes e crustáceos procurem a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedec) para apresentar os documentos que comprovam o seu cadastro no exercício da profissão e a comercialização desse tipo de produto como principal fonte de renda.

Fonte: DOL

Pará terá novos voos comerciais em 14 municípios do Estado

Estado do Pará ficará mais conectado e com logística facilitada. A empresa Azul Linhas Aéreas anunciou, nesta terça-feira (14), no Palácio do Governo, em Belém, o plano de expansão da companhia com a inclusão de 14 novas cidades paraenses em voos comerciais até 2022. Com a medida, a empresa vai totalizar operações aéreas comerciais em 19 cidades do Estado. Durante a agenda, o governador do Pará, Helder Barbalho, ressaltou que a medida foi possível após a redução da tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para companhia aéreas que desejam investir no Estado.

"Nós temos por meta ampliar a oferta de voos dentro do Pará, então nós estamos com essa parceria, levando para 14 municípios a operação aeroviária que permitirá a integração do Estado. Com essa oferta estaremos facilitando a integração com o Brasil, fortalecendo economicamente estes municípios e estimulando a atividade do turismo, criando oportunidades. Importante lembrar que isto faz parte de um plano de desenvolvimento do Estado para a Azul, mas estamos dialogando com todas as companhia aéreas para provocá-las a enxergar o Pará como destino oportuno", assinalou o governador. 
Na agenda, o chefe do Executivo Estadual também lembrou que a ampliação da malha aeroviária da Azul no Pará foi possível após a decisão do Governo do Estado de reduzir a tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da QAV (Querosene de Aviação), tendo como contrapartida das companhias aéreas investimento do setor no território paraense.
Com a medida anunciada hoje, a empresa vai totalizar operações aéreas comerciais em 19 cidades do Estado. A diretoria da Azul não refuta a possibilidade de retorno de voos internacionais em Belém, mas a decisão vai depender do cenário econômico e mercado internacional. Atualmente, a Companhia atende cinco municípios paraenses. A empresa interliga Belém a Altamira, Santarém, Marabá e Carajás. Além disso, a Azul possui uma vasta rede doméstica a partir do aeroporto de Belém, além de ligações interestaduais também a partir de Marabá, Santarém e Carajás. 
"Sem dúvida é investimento importante do Governado do Estado no desenvolvimento econômico do Estado e a Azul tem isso no nosso DNA. Operamos para mais de 130 cidades do país e faz parte do nosso modelo de negócios servir novos mercados e interiores e criar centro de conexões. Hoje, Belém, é um grande mercado para nós, então estamos trabalhando para que as pessoas cheguem na capital e outros municípios também", disse Marcelo Bento, diretor de Relações Institucionais da Azul. 
De forma prática, o plano de expansão  da Azul no Pará contempla três fases. Na primeira, prevista para novembro deste ano, por meio da sua subsidiária Azul Conecta, a companhia passaria a atender mais nove destinos: Itaituba, Porto Trombetas, Breves, Monte Dourado, Almeirim, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná. Em dezembro de 2021, a segunda fase do plano prevê a introdução de operações em Salinópolis, Tucuruí e Paragominas com serviços da Azul Conecta, desde que estejam com a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e a infraestrutura local suporte a operação regular e segura do Cessna Gran Caravan.
Já em abril de 2022, as localidades de Itaituba e Porto Trombetas passarão a ser atendidas pela Azul com aeronaves ATR 72-600, cumprindo assim a última etapa do plano de expansão da companhia. "Para existir turismo, nós precisamos de acesso, então o Estado publicou o Decreto 1840 que estabelece benefícios fiscais para que as empresas possam ampliar suas malhas áreas dentro do Estado, e agora a Azul vem celebrar essa parceria hoje, enquanto principal linha área a atuar em solo paraense. Dessa maneira, a companhia estará assistindo mais municípios do Estado, conectando nosso grande território", frisou o secretário de Estado de Turismo, André Dias. 
Também participaram da agenda no Palácio do Governo, em Belém, a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, além de secretários estaduais e representantes dos executivos municipais.
Fonte: DOL

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Santarém recebe 4ª edição do Projeto ‘Gastronomia do Amanhã’

Nesta segunda-feira, 13, terá em Santarém início a 4ª edição do projeto Gastronomia do Amanhã, programa que profissionaliza e capacita pessoas em situação de vulnerabilidade social com oficinas práticas de mercado e cozinha. Neste ano, 18 munícipios, das cinco regiões do Pará, serão contemplados. Em Santarém, o projeto tem a parceria da Prefeitura Municipal de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur).

As ações seguem até sexta-feira, 17, no Restaurante Popular, nos altos do Mercadão 2000, na avenida Tapajós, das 14h às 18h. O cronograma conta com cinco dias de oficinas, sendo quatro de aulas teóricas e práticas. No último dia, o resultado de todo esse processo será compartilhado com o público em uma mostra gastronômica, com a entrega de certificados.

De acordo com Michelle Miranda, analista de responsabilidade social do Grupo Equatorial Energia, empresa patrocinadora do projeto, o Gastronomia do Amanhã se concentra na transformação de realidades.

“O Gastronomia do Amanhã impacta positivamente a todos que participam. É uma ação que dá oportunidade para as pessoas transformarem suas vidas através de um projeto que gera renda, autonomia e independência financeira”, relata.

 

Alaércio Cardoso: gastronomia também é nosso cartão postal


Para o secretário municipal de Turismo, Alaércio Cardoso, projetos como o Gastronomia do Amanhã fortalecem a capacitação dos pequenos profissionais e ajudam um dos segmentos bastante conhecido de nossos turistas, a nossa culinária.

“É um curso completo. Não se aprende apenas as técnicas culinárias. Também se aprende noções de marketing, setor de grande importância hoje para quem quer começar um negócio ou mostrar seu talento. A gastronomia é muito forte em nossa região e um grande atrativo turístico”, disse o secretário Alaércio Cardoso.

 

Aulas

Os 40 alunos por turma terão uma semana intensa de aprendizado com diversos chefes de cozinha. Os participantes aprenderão sobre diversos assuntos ligados à culinária como o desenvolvimento de ficha técnica para alimentos, técnica de bases de cozinha, segurança alimentar, noção de marketing de produtos e empreendedorismo, este último com o apoio do Sebrae.

A chef Verena Aquino, coordenadora técnica do projeto, conta que mesmo com a experiência adquirida ao longo da profissão, trabalhar com o Gastronomia do Amanhã é uma sensação única e que todo o processo de aprendizagem é organizado de forma que os alunos se sintam seguros e motivados a continuarem a cozinhar após o término do curso.

“Buscamos entender a realidade dos locais e das pessoas que vão em busca da inscrição no projeto. A linguagem e aulas são adequadas dentro do que os participantes encontram no dia a dia. Assim, eles se identificam e conseguem colocar em prática o que aprendem. Ao término do curso, já tivemos casos de mulheres que montaram seus próprios restaurantes e hoje possuem renda própria”, afirma Verena.

 

Inscrições

As inscrições para o projeto são realizadas de acordo com a ação em cada local. As 40 vagas deverão ser preenchidas através de uma ficha que ficará disponível em ambiente de fácil circulação no município, como, por exemplo, os centros comunitários.

“O Gastronomia do Amanhã é um sucesso. É um projeto consolidado que modifica e dá esperança de um futuro melhor para muitas pessoas. A Equatorial Energia segue sendo nossa parceira e, por isso, temos certeza que levaremos às cidades empreendedorismo e oportunidades para milhares de famílias”, diz Liane Gaby, produtora do projeto.

 O Gastronomia do Amanhã 2021 tem o patrocínio do Grupo Equatorial Energia, via Lei Semear.

 

Serviço:

Gastronomia do Amanhã 2021 - Santarém

Onde: Restaurante Popular, nos altos do Mercadão 2000, na avenida Tapajós.

Quando: 13 a 17 de setembro

Hora: das 14h às 18h

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Prefeitura de Santarém define estratégias de prevenção, orientação e atendimento à Doença de Haff

 O prefeito Nélio Aguiar reuniu na manhã desta quinta-feira, 9, com os coordenadores de todos os setores da Saúde do município de Santarém para traçar estratégias de prevenção, orientação e atendimento à Doença de Haff, popularmente conhecida como ‘Doença da Urina Preta’. A reunião ocorreu no Centro de Informação e Educação Ambiental (Ciam).

As ações foram definidas com a presença dos representantes do Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS), Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, coordenadores das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Núcleo de Vigilância em Saúde, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e Atenção Básica.

Estratégias definidas

Na saúde: Os órgãos acordaram que o HMS será referência para o atendimento dos casos. Além disso, hospitais públicos e privados estão sendo alertados sobre os sintomas da doença e sobre os procedimentos que devem ser adotados para casos suspeitos ou confirmados da doença.

Toda a equipe de Saúde já está sendo treinada para diagnosticar os sintomas e, caso comprovado, já entrar com o tratamento de hidratação venosa que dilui a toxina e agiliza a função renal para eliminação através da urina.

No setor pesqueiro: A vigilância sanitária e a Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) irá se reunir com o setor pesqueiro e com a colônia de pescadores Z-20 para informá-los a respeito da doença e quais as medidas de precaução que devem ser executadas para evitar a contaminação dos peixes. Eles serão orientados sobre a correta forma de acondicionamento do pescado, já que a produção da toxina ocorre pelo má execução desse processo.

De acordo com a equipe de Saúde, as espécies de peixe mais vulneráveis a toxina são tambaqui, pacu e pirapitinga.

Para a população: Uma nota técnica será elaborada com orientações e recomendações sobre procedimentos que devem ser tomados. Ela deve ser publicada no final da tarde de hoje, 9.

O prefeito Nélio Aguiar salientou que Santarém está em estado de alerta e não de pânico. “Já estamos agindo nas frentes, a população não precisa se aterrorizar, mas precisa se informar sobre os sintomas. Quem consumiu os peixes das espécies vulneráveis, se sentir dores no corpo, dores musculares, na nuca, no ombro após 2 horas ou até 24 horas após ter ingerido deve procurar a UBS do bairro ou o HMS para verificar se está com a toxina no corpo. Nossa equipe de Saúde já está sendo treinada e o setor pesqueiro orientado.”

Sobre a doença

A doença é causada por uma toxina que pode ser encontrada em determinados peixes como o tambaqui, pacu e pirapitinga. Quando o peixe não foi guardado e acondicionado de maneira adequada, ele cria uma toxina sem cheiro e sem sabor. Ao ingerir o produto, mesmo cozido, a toxina provoca a destruição das fibras musculares esqueléticas e libera elementos de dentro dessas fibras no sangue, ocasionando danos no sistema muscular e em órgãos como os rins.

Os sintomas:

Ocorre extrema rigidez muscular de forma repentina, dores musculares, dor torácica, dificuldade para respirar, dormência, perda de força em todo o corpo e urina cor de café, pois o rim tenta limpar as impurezas, o que causa uma lesão na musculatura. A doença causa muitas dores musculares, lembrando a dengue, porém sem febre.

Os sintomas costumam aparecer entre 2 e 24 horas após o consumo.

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Polícia investiga morte de Jornalista

 O jornalista do “Tribuna Regional”, Eranildo Ribeiro da Cruz, 54 anos, foi encontrado morto na segunda-feira (6), dentro de uma residência na área urbana de Monte Dourado, município de Almeirim.

Segundo informações da PM, os militares se deslocaram para o local indicado após denúncias. Ao chegarem à residência avistaram um aglomerado de populares, sendo necessário isolar o ambiente.
Após adentrar no imóvel, a polícia teve que arrombar a porta do quarto onde estava a vítima. O corpo estava em posição “de bruços” com os braços para trás em cima de uma cama de casal, coberto com lençol e um travesseiro sobre a cabeça. Foi possível observar uma lesão no crânio com sangramento.
A motocicleta da vítima, modelo Honda Bros 150 (cor laranja), aparelho celular e a câmera profissional não estavam na residência e ainda não foram localizados. De acordo com informações coletadas, Iranildo foi visto um dia antes da sua morte sozinho no Porto de Monte Dourado por volta das 20h.

A Polícia Civil do município de Almeirim informou que as investigações estão evoluindo sob sigilo para não atrapalhar o serviço policial. Em nota de pesar e repúdio pela morte do jornalista, o Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor/PA), se manifestou. A Diretoria Executiva do Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor/PA), Diretoria Regional do Tapajós (DRTap) do Sinjor-Pa e a Comissão de Liberdade de Imprensa da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará (OAB-PA) vem a público conjuntamente expressar profundo pesar pelo brutal assassinato do jornalista Eranildo Ribeiro da Cruz, no distrito de Monte Dourado, do município de Almeirim (PA). As entidades se solidarizam com os familiares, amigos e colegas de Eranildo. O jornalista popularmente conhecido como “Chocolate”, esteve a frente do jornal impresso “Tribuna Regional” com relevantes coberturas em assuntos de política e movimentos sociais na região e no município Laranjal do Jari no estado do Amapá (AP). Eranildo era um militante social sempre solidário e amigo de todos e todas. As entidades acompanham o caso em contato com os familiares e cobram uma investigação rigorosa do crime pela Polícia Civil. O Sinjor-PA e a Comissão de Liberdade de Imprensa da OAB-PA reforçam sua solidariedade aos amigos e familiares de Eranildo da Cruz e repúdio a esta violência.
Por Diene Moura RG15/O Impacto – Colaborou Jota Ninos

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

Seplad divulga comissões licitatória de seis concursos públicos

 O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), publicou nesta sexta-feira (3) no Diário Oficial do Estado (DOE) n° 34.690, as comissões que executarão os processos licitatórios dos concursos públicos da Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMP), Hospital Ophir Loyola (HOL), Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV), Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (IGEPREV), Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado do Pará (FASEPA) e Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (SESPA). Em breve, os demais certames para área da saúde serão iniciados. O Governo visa a oferta de 905 vagas por meio de concurso público. 

As comissões vão analisar todos os documentos das empresas interessadas em executar os certames durante processo licitatório que visa a contratação de pessoa jurídica, especializada na prestação de serviços de planejamento, organização, realização, processamento e resultado final para homologação de concurso público para seleção de candidatos.

“O cumprimento do nosso cronograma para a realização de concursos públicos na área da saúde reafirma o nosso comprometimento para com a população, como as pessoas que carecem de atendimento mais humanizado, assim como para quem almeja ingressar na atividade pública na área administrativa também. Estamos na expectativa de ofertar o quantitativo de 905 vagas para saúde no Estado” , ressaltou Hana Ghassan, titular da Seplad. 

O andamento dos certames significa um importante avanço no plano de melhorias dos serviços prestados à população , uma das prioridades da atual gestão, que trabalha sem medir esforços para gerar sempre mais oportunidades na atividade pública, para o desenvolvimento do Estado.

“Estamos seguindo todos os dispositivos legais para que todo o processo ocorra com transparência . Esse avanço representa o nosso cuidado e atenção por mais melhorias na área da saúde, além das demais áreas como a administrativa”, disse Josynélia Raiol, secretária adjunta de Modernização e Gestão da Seplad.

Provas

As provas para a FSCMP, HOL, FHCGV e IGEPREV serão aplicadas em Belém e para FASEPA e SESPA acontecerão nos municípios de Altamira ,Belém, Itaituba , Marabá, Redenção  e Santarém . 

Vagas

Os certames vão ofertar vagas para o nível médio e superior com cadastro reserva, sendo 315 vagas para a SESPA, 250 para a FSCMP, 121 HOL, 219 HCGV, 21 IGEPREV e 67 FASEPA . 

Todas as informações oficiais sobre os concursos serão divulgadas pelos canais de comunicação da Seplad. 

Por Luana Taveira (SEPLAD)